Please Read


Bom eu devo uma mega explicação pra vocês, não é?

Esse tempo que eu passei sem postar (Pré- Abandono) foi por uma causa justa e injusta. 
Minhas notas nesse ultimo bimestre despencaram de 10 para 4 e eu tinha que subir essas notas se não adeus vida social; minha mãe me mataria; fiquei um bom tempo sem mexer na internet por causa disso e porque eu estou fazendo um bico, não posso chamar de trabalho porque não ganho muito, mas isso não vem ao caso; então meu numero de visitas na internet foi mínimo quase nulo e as vezes que eu entra no face era tudo pelo celular e não tem como eu postar pelo celular porque demora de mais.

Não tive nem um pouquinho de criatividade pra continuar a Fic, pelo simples fato que não sei quais são as sensações exatas dos fatos que ocorreram no capitulo passado. Tô me esforçando muito, muito mesmo pra dar um capitulo digno e grande pra vocês e tanto que tenho que acabar com essa historia logo porque eu já tenho outra em mente só que por eu estar preocupada com “Precipitados” minha imaginação flui como antes.
Espero que não tenham me abandonado, pois vocês são importantes pra mim mesmo eu não tendo contato direto com vocês ( Coisa que gostaria de ter)
Em breve postarei “Precipitados” e espero mesmo de coração que vocês deixem suas opiniões, criticas e data do meu assassinato tudo que quiseram ai em baixo.

Beijos Bicht’s

Precipitados - Capitulo 20


Pov. Justin
Não tinha ideia do que fazer naquele momento, coração abalado, um sentimento totalmente confuso. Kathe não sai fazer outra coisa a não ser chorar e chamar por Yasmine.
Afastei-me de Kathe pra ver se conseguia entrar em contato com Kiara. Entrei em um corredor com metade da parece verde bem clarinho e outra metade branca e cheio de portas, peguei meu celular e fui para lista de contatos e procurei pelo numero de Kiara. Estava incerto do que aconteceria dali pra frente.  E se Kiara não tivesse pegado minha filha? E Yasmine saiu correndo com alguma amiguinha na hora da entrada e a babá achou que ela havia indo embora? Não conseguia imaginar Kiara pegando minha filha, no fundo eu sabia que ela ainda gostava de mim, pois não havia se passado muito tempo.
Toquei a tela do meu celular onde estava escrito “discar” respirei fundo e coloquei o mesmo sobre minha orelha, ouvia o toque irritando me avisando que estava chamando.

Precipitados- Capitulo19


Pov. Kathe
Acordei, mas não levantei apenas me virei e fiquei observando Justin que dormia tranquilamente, parecendo um anjinho.
Achava que a nossa noite tinha sido apenas um sonho, mas percebi que era realidade, pois olhei para o nosso corpo e estávamos apenas de peças intimas, lembranças da noite passada vieram átona fazendo assim sorrisos brotarem em meus lábios.
Acariciei a bochecha de Justin e toquei sues fazendo o mesmo esboçar um sorriso perfeito, o deixando mais lindo ainda, ele abriu lentamente os olhos.
- Desculpa, não queria te acordar – falei com a voz rouca
- Não foi nada, adorei acordar assim – disse encostando na cabeceira da cama – Sabe?!, A noite de ontem eu achei mágica,foi tipo a melhor de todas, obrigado- proferiu me dando um selinho.

Precipitados - Capitulo 18


Pov. Kathe
Nem eu mesma sabia por que eu havia o beijado, mas foi muito mais forte que eu depois do “WOW” de surpresa de Justin ficou um silencio mais um silencio muito gostoso. Lavei a louça e fomos pra sala colocamos no TNT estava passando um filme que nem reparei no nome, mas era legal enquanto estava assistindo ficava olhando de rabo de olho pra Justin que estava ao meu lado e simplesmente fiquei imaginando se seriamos uma família feliz assim que agente fosse casados oficialmente.
Fui tirada dos meus devaneios com um gemido, olhei pra Justin que olhava atento pra TV que estava em uma cena de sexo, fiquei vidrada naquilo, fazia tanto tempo que não fazia aquilo, então comecei a ficar inquieta no sofá, respirar fundo, rodar a cabeça, fazer barulhinhos com a boca e bom não preciso citar que já estava mais que molhada não é?
- Quer mudar de canal?- perguntou Justin com aquela voz rouca e sexy